Comunicação

Totem

Comunicação Motivacional

quinta-feira, 12 de novembro de 2009 by Totem

Inúmeros fatores são capazes de afetar a produtividade e o lucro de uma organização, destacando-se um dos principais: a Motivação. A administração motivacional é complicada pelos fatores internos da organização, pois cada um tem interesses motivadores distintos. O conceito motivação remte ao processo da união de razões/motivos que induz e incentiva certo tipo de comportamento humano. O funcionário passa pelo processo de seleção, lida com o ato de treinamentos, porém falta ainda uma das fases mais importantes: a ação de comportamento.

Um colaborador desmotivado tem a capacidade de afetar a equipe e a produção da sua empresa. Por isso, as empresas colocam Políticas para o investimento de gestão pessoal. Implantam recursos de avaliações -avaliação de desempenho – com isso a organização é capaz de avaliar os pontos a melhorar, pois o investimento pessoal vai além do aumento salarial.

Muitos trabalhadores alegam a falta de motivação no ambiente de trabalho, afirmam a sobrecarga de trabalho, critica a má administração do tempo, e também a falha em investimentos de cursos de atualização profissional. Devem estar preparados e motivados para apresentar o que a instituição tem de melhor. Além do mais, um colaborador bem treinado se sente seguro e tem melhores condições em persuadir o cliente.


As empresas aguardam funcionários motivados, mas não sabe a forma de motivá-los. Conclui-se que para compor a motivação necessita estimular os indivíduos. A finalidade é entender quais são as medidas que devem ser tomadas para que a Motivação seja obtida, porém não é plausível fazer com que uma equipe esteja motivada o tempo todo.


Acredite, a base é a motivação!

Não adianta as empresas investirem milhões em tecnologias avançadas em busca de melhores resultados se não investirem na principal "solução" – funcionário – que necessita estar em nível estável de contentamento.


Daniel Callegaris

Filed under having 0 comentários  

Comunicação Face-a-Face

terça-feira, 10 de novembro de 2009 by Totem

Múltiplos os meios de comunicação estão à nossa frente - telefone, e-mail, televisão, etc. No entanto, apesar do fácil acesso e conforto que trazem, há certa quantidade de incompatibilidade e apatia, até porque muitas vezes por meio de mensagens instantâneas muitas vezes deixamos o receptor confuso e sem o envolvimento necessário.

Não se pode tirar a competência e praticidade que esses meios de comunicação propiciam, para tanto, não podemos deixar de lado a importância que a comunicação “face a face” exerce, quando os diretores se comunicam de forma direta e pessoal com o funcionário, inicia-se uma confiança e melhor compreensão perante os assuntos abordados.

O profissional pode utilizar os veículos impressos/eletrônicos, no entanto, os funcionários uma relação mais direta, onde possam se sentir participativos como verdadeiros colaboradores,dialogando, tirando dúvidas e opinando sobre as diversas pautas.

A organização tem que trabalhar com comunicação planejada diariamente, pois não são todas as informações transmitidas trará positividade, contudo é necessário manter um laço de confiança entre ambas as partes, tendo uma relação mais próxima com o funcionário, conseguindo um diálogo face a face para exposição de idéias e argumentos.

A comunicação planejada e em busca de uma relação recíproca é algo muito eficaz e que deve ser mantido, afinal comunicar reflete não somente nos ganhos a empresa, mas a todos que fazem parte, servindo de exemplo aos demais.
Evelyn Spada

Filed under having 0 comentários  

Comunicação Institucional

domingo, 8 de novembro de 2009 by Totem

A Comunicação Institucional procura proporcionar a confiabilidade da empresa diante de seus públicos. Almeja conquistar a consideração e atração. Esta forma de comunicação desempenha a base para garantir a empresa em possíveis momentos de crise. Em meio da gestão estratégica das Relações Públicas, cabe ao departamento de comunicação sobre a formação de uma identidade corporativa com uma base real e positiva para a empresa.

A união da comunicação institucional com os aspectos corporativos é de ampla importância, pois constroem uma individualidade influente em seu segmento. Podemos mencionar a comunicação institucional como um conjunto de métodos em busca de distribuir informações de interesse geral sobre os objetivos da organização, com entendimento e compreensão de todos.
Perante a Relações Públicas, a comunicação institucional dá ênfase nos aspectos como: missão, visão, valores e claro, a filosofia da empresa, sempre em busca de agregar valores pela junção desses atributos. Entretanto fica clara a necessidade que as empresas têm de valorizar e investir na Comunicação Institucional, afinal, é de significativa importância colaborar para a imagem, que é a identidade da organização perante seu público.

video
Danielle Pereira

Filed under having 0 comentários  

Importância da Opinião Pública

sábado, 7 de novembro de 2009 by Totem

Vários fatos indicam a importância que os públicos de uma empresa exercem, afinal, refletem em comportamentos na vida em corporação. Neste domínio a comunicação designa-se como uma compreensão permanente, que interferem e fazem parte das decisões nas organizações, envolvendo o público como responsável por criar a imagem positiva ou negativa da organização. Esse fundamento é datado de séculos ao qual convivemos, é claro que desde a antiguidade a influência que a opinião pública reflete na sociedade e posteriormente podendo ser reafirmadas nos dias atuais no contexto das organizações.

A liberdade de expressão é direito de todos - público ou empresa - não há monopólio da informação, e direito a expor idéias e posições, sobre vários assuntos. A opinião representa-se por uma agregação, necessitando que seja objetiva, compõe-se de opiniões diferentes, que por meio de discussões levam os integrantes a um consenso, por isso é de grande valor a opinião de todos os grupos.


No entanto, pode ocorrer o contrário - a manipulação da opinião pública - em vista do bem para a instituição. Há diversas empresas que se empregam variados artifícios como propagandas e marketing chamativo para ocasionar seus públicos de interesse para próximo de si, influenciando suas opiniões e idéias sobre seus produtos. O que passa a ser uma “manipulação da opinião pública”, abandonando a liberdade de expressão, tornando assim, uma estratégia de articulação perante o público-alvo. Em busca exclusivamente dos interesses próprios da empresa.

Novos modelos são colocados em prática a todo instante, avaliando desta forma a organização como senso a comunicação na formação na opinião pública. Nessa visão fica claro que a comunicação é um procedimento de construção de idéias, onde o emissor e o receptor interagem, com o intuito da troca de informações, almejando conseguir um objetivo único e satisfatório a ambos os lados.




Suellen Rosinha

Filed under having 0 comentários  

Porque a comunicação interna é importante ?

sexta-feira, 6 de novembro de 2009 by Totem

O mercado atual exige a gestão de relacionamento, em caráter das variedades de serviços disponíveis necessitamos conquistar e encantar todos os dias os nossos clientes. Atualmente a comunicação passou a ser inerente às organizações e a todo tempo precisamos estar informando e comunicando nossos públicos.

As empresas que investem nessa política tem o conhecimento de que manter a comunicação para seus públicos externos não é suficiente, é preciso investir na comunicação interna, pois os funcionários fazem parte da estrutura da organização, eles estando atualizados seja por murais, boletins, folhetos, e-mails entre outros, se sentem motivados e como verdadeiros colaboradores da organização refletindo diretamente na imagem e no lucro da empresa.

A Comunicação Interna são as interações, os processos de trocas, os relacionamentos dentro de uma empresa ou instituição. Também chamada de Endocomunicação, a Comunicação Interna é responsável por fazer circular as informações, o conhecimento, de forma verticalmente, ou seja, da direção para os níveis subordinados; e horizontalmente, entre os empregados de mesmo nível de subordinação. A comunicação interna de um modo geral amplia a visão do empregado.
Fica a dica de vídeo: a coomunicação interna, por Mario Persona.

video
Weslley Bertolini

Filed under having 0 comentários  

O mundo mudou, e você ?

segunda-feira, 2 de novembro de 2009 by Totem



“Nada mais permanente que a mudança”. Heráclito



Mudanças ocorrem continuamente, estamos em uma época de alterações contínuas. A tecnologia, por exemplo, a todo o tempo nos traz novas alternativas, e claro, de modo mais produtivo e mais cômodo.
Produtos são criados datados para desaparecer. Por meio disso, a concorrência entre as organizações tornou-se avassalador, não há um mercado “certo”, é preciso conquistar todos os dias. Estamos em estado de alerta, concorrentes investem na tentativa atrair clientes – antes fiéis e hoje prontos para trocar de serviço –em busca das melhores opções. Diante essa situação, há três tipos de comportamento a seguir:

1) Agir como um dinossauro: Não se adaptar → Extinção.

2) Agir como um avestruz: Esconder-se → Morte.

3) Agir como um astronauta: Reagir de forma pro - ativa → Sobreviver e crescer.

O mundo está em transformação, é indispensável também um consecutivo aprendizado para estar sempre atualizado. E as transformações dentro de uma empresa ? É... A mudança empresarial é a obra de alteração em toda a empresa, implantar novos procedimentos para organizar e melhorar, abrangendo a entrada de novos métodos, em busca de novas oportunidades de negócios. Em sua maioria, as transformações incidem em reorganização de entendimento e raciocínio. Mudam seus gerenciamentos, tecnologias e claro, estratégias.

Comunicar: 1. fazer saber, tornar comum. Comunicação: Capacidade de trocar ou discutir idéias, de dialogar, de conversar, com vista ao bom entendimento entre as pessoas. Dicionário Aurélio

Os líderes possuem uma grande relevância, o gerenciamento de mudanças é o processo de apontar, governar e regular os impactos nos sentimentos humanos, de caráter a tornar mínima a presumível queda na produtividade. Os líderes necessitam analisar sempre a estrutura organizacional de sua empresa, para ter a garantia do progresso do clima empresarial.

video

Evelyn Spada

Filed under having 0 comentários  

Comunicação. . . Já !

quinta-feira, 29 de outubro de 2009 by Totem

Pensar estrategicamente não se situa somente no fato de difundir informações corretas e sucintas aos seus públicos, vai muito além, constitui provar a avaliação que a empresa tem diante os que fazem parte, ou seja, não se pensa somente em seus intuitos. É necessária a busca do entrosamento total e compreensão recíproca, em prol de um objetivo único. É imprescindível a todo instante que a organização observe o que está sendo comunicado, se o que é passado é de fato correspondendo a realidade e se é apta a cumprir com o que se compromete.

São raras as organizações que contribuem 100% em fazer o melhor refletindo em um todo – pensando em todos os quesitos desde uma comunicação eficiente até a responsabilidade social e prováveis questões negativas que possam impactar diante a sociedade. Portanto, é indispensável a seriedade que as empresas tenham em compreender que o público também é parte e essência de todo o processo. É preciso que a empresa compreenda que todos juntam formam um só, é a partir disso que se concentra uma comunicação bem feita e estruturada refletindo na imagem e no lucro da organização.



Danielle Pereira Silva

Filed under having 0 comentários  

Responsabilidade Social

domingo, 25 de outubro de 2009 by Totem

A responsabilidade social agente nas organizações tem a ver com meio ecológico/ambiental e o social, ou seja, apresenta a preocupação de certa organização com o ambiente - após uma extração na natureza, acontece uma reposição do que foi tirado sem danificar, de alguma forma, o meio ambiente. No sentido mais vasto, a organização supera nas ações sociais obrigatórias. Algumas empresas assumem essa condição, passam a ser a empresa cidadã, com responsabilidade social; discute internamente procedimentos éticos. Em certos casos, essa atitude de que a empresa tem que ser solidária camufla os seus reais interesses - atrás da tal máscara solidária temos um discurso distorcido de responsabilidade social. (TRAGTENBERG, 1980)

O indivíduo é bombardeado por mensagens e informações, pronunciada pelos meios de comunicação. Porém, o indivíduo não assimila facilmente a dimensão das reais circunstâncias do projeto social desenvolvido. Não é tão perceptível a coerência das ações de fora – imagem - com as ações interna - identidade – da empresa. A imagem da organização é que se ela transmite que deve estar adequada com a identidade - aquilo que ela é de fato.

Nessa medida, observamos a importância de realizar as Relações Públicas de atitude eficaz de ampliar uma responsabilidade social lógica, de acordo com o contexto social e com as políticas da empresa – projetos focados aos valores da organização e aos princípios éticos da sociedade.
Outra coisa, realizar ações de forma superficial, sem fundamentação prática, não agrega valor nenhum a organização. Apenas gera implicações no processo de sensibilização dos públicos e no desenvolvimento de sua identidade.


TRAGTENBERG, Maurício. Administração, poder e ideologia. São Paulo: Moraes, 1980.


Fabiano Holtsmann

Filed under having 0 comentários  

Antropologia na Gestão Organizacional: o interno, o externo e o conjunto.

sexta-feira, 23 de outubro de 2009 by Totem

A gestão administrativa conta com elementos concretos, e por ser baseada nos resultados do comportamento social, encontra a possibilidade da administração cultural da organização e do desenvolvimento empresarial.

Porém, os interesses ganharam novos objetivos e os resultados das ações relacionadas à cultura da empresa, acabam se tornando muito mais detalhados. E não bastam mais informações somente do ambiente organizacional, mas o que a comunidade, e até mesmo, o indivíduo, constroem em seus valores e religiosidades. Pois são a partir deles que a organização forma sua própria cultura.

Por isso, com o passar do tempo, as organizações necessitam de análises muito mais interpretativas, capacitadas nas mudanças dos paradigmas que a própria sociedade desenvolve. Essas interpretações redefinem as disciplinas que mesmo com conceitos opostos tornam a gestão administrativa muito mais eficaz, desqualificando o simples poder de manipulação e controle.

A visão “panorâmica” da administração passa a ser potencializada e reorganizada para diagnósticos desenvolvidos pela visão “minuciosa” da antropologia que ganha espaço cada vez maior na construção da imagem institucional.


Daniel Callegaris Costa

Filed under having 0 comentários  

Agência Totem

quarta-feira, 21 de outubro de 2009 by Totem

Tendo como objetivo conscientizar, divulgar e disseminar conceitos e tendências da área de Relações Públicas, a Agência Totem cria este blog como uma importante ferramenta de comunicação tendo para estreitar relacionamentos e interagir com as áreas corporativas de interesse. A Agência Totem é formada por alunos de Relações Públicas da Universidade Metodista de São Paulo, sendo eles os responsáveis pela elaboração do conteúdo inserido, almejando a objetividade e clareza nos textos discorridos.

Com atualizações dessa área, mantém-se um contato eficaz com o leitor que possui a oportunidade de expressar sua opinião, pois o blog possibilita uma interação direta para comentários, sugestões de temas e possíveis dúvidas referentes aos assuntos divulgados com a finalidade de obter reciprocidade entre ambas as partes.

Como uma agência experimental, temos a veracidade que tanto na teoria, como na prática, ter uma comunicação de maneira ‘transpare
nte’ é mais que uma estratégia de sucesso é parte da gestão.




Agência TOTEM

Filed under having 0 comentários